2/04/2016

Hoje é um novo começo

O meu pai sempre me dizia, e com razão, que eu nunca acabava os meus projectos, aprender a andar em patins, tocar guitarra, fazer surf, são alguns exemplos de coisas que deixei a meio. Talvez seja normal, tudo isto
faz parte do processo de maturação da nossa personalidade, na nossa procura de hobbies e paixões na vida.

Com o passar dos tempos, novos projectos e ideais vão aparecendo, substituto os anteriores. Novos projectos, novos sonhos e esperanças. Afinal são eles que nos fazem sonhar e agarrar à vida com tanta ilusão e forças.

Sempre imaginei que um dia poderia escrever um livro ou um conto, mas jamais imaginei que podia desfrutar tanto em fazê-lo, ao ponto de querer fazer mais e mais.

Este livro durou mais de 2 anos a lança-lo, a parte mais divertida foi escrever e inventar situações e personagens. Depois tive de repassar o texto uma e outra vez, enviei aos meus pais e irmã para que me dessem as suas primeiras impressões e voltar a ler e repassar. Pedir para que me ajudassem com a capa, configuração, parte gráfica etc etc.

Aprendi muito, gostei da experiência e do resultado e quero mais. Também surgiram incertezas e medos, e se ninguém gostar? Não há problema, eu gostei e isso é o mais importante.

Estou neste projecto de corpo e alma, tenho mais ideias, mais imaginação e quero escrever mais livros. Cada maluco tem a sua pancada.

Hoje começa uma nova aventura, espero contrariar o meu pai, que este trajecto dure muito tempo. Haja paixão, determinação e persistência.