sexta-feira, 26 de junho de 2015

Cap. 10 - RUTE

- Dormes no quarto dos convidados esta noite, amanhã de manhã deixarei-te no Centro de Dia para iniciares o processo de cidadania. Já vi que a minha mãe te deu roupa da minha ex-mulher, se queres podes escolher do armário aquilo que precisares.
Rute estava cansada e pouco depois de deitar-se na cama adormeceu, mas antes fantasiou um sonho com Gustavo, imaginou os dois a entrarem num bom restaurante, vestidos elegantemente, a terem conversas interessantes entre olhares apaixonados e depois um passeio junto ao mar numa noite quente de verão.
Por seu lado Gustavo, custou-lhe adormecer, imaginou que Rute se levantaria a meio da noite para deitar-se com ele e que sem necessidade de palavras faziam amor.
........
De todos os conselhos que Rute lhe dava, houve um parágrafo em especial que tinha ficado na mente de Gustavo:
 
- Quando estamos em tempos conturbados como estes, é necessário que surja um governo forte e decidido, sem medo de fazer cortes ou mudanças radicais, é importante que controle a opinião pública e a educação, que no seu seio não haja guerras internas ou divisões e que se necessário tenha que utilizar métodos pouco ortodoxos para obter um resultado de união e homogeneidade. A verdade será sempre aquela que os vencedores contam.

Sem comentários:

Enviar um comentário