6/26/2015

Cap. 12 - CAÇA ÀS BRUXAS

Toda aquela emoção tinha deixado Gustavo com algum remorso do que tinha planeado, ainda mais quando teve que enfrentar-se à viúva com as duas pequenas filhas que tinham a idade dos seus filhos, Gustavo tinha chorado em público e até o próprio Norton e Zeca sabiam que aquelas lágrimas não eram teatro, realmente Gustavo sentia remorsos daquela situação e na sua cabeça existia a dúvida cada vez maior que tinha cometido um enorme erro, nenhum país, nenhum ideal ou nenhum regime pode estar certo quando cria uma tamanhã dor. Gustavo nunca contava os pormenores das suas ações a Rute, não era necessário, ela sabia de tudo e não queria saber todos os detalhes. Nessa noite Rute mais uma vez tratou do ânimo de Gustavo, dando força para seguir na sua difícil tarefa, que estava no bom caminho e que certos sacrifícios teriam de ser feitos para poder viver numa sociedade mais limpa e pura que a anterior ao ataque.

Sem comentários:

Enviar um comentário